JMJ 2023

JMJ 2023: “momentos intensos” com os símbolos em Vila Real

A diocese transmontana tem acolhido de “braços abertos” a cruz peregrina e o ícone mariano. Os símbolos serão entregues à diocese do Porto sábado 1 de outubro.
 |  Vatican News  |  Igreja no Mundo
Foto: Cathopic

Durante o mês de setembro, os símbolos da Jornada Mundial da Juventude (JMJ) têm percorrido a diocese de Vila Real. A cruz peregrina e o ícone mariano “Salus Populi Romani” foram entregues pela diocese de Bragança-Miranda, na ponte de Rebordelo, no concelho de Valpaços tendo aí iniciado a peregrinação na diocese de Vila Real com uma celebração em Chaves na Igreja Matriz.

Ao encontro das pessoas

A Agência Ecclesia falou com o responsável pelo Comité Organizador Diocesano (COD) de Vila Real da Jornada Mundial da Juventude. Entrevistado pelo jornalista Luís Filipe Santos, o padre João Curralejo revelou que têm sido vividos “momentos muito intensos” em “cada lugar com pequenos grupos que vão acompanhando os símbolos de terra em terra”.

“Nós já estamos há três semanas a percorrer a diocese. Começamos mais a norte na cidade de Chaves onde foi a grande receção depois de Bragança-Miranda nos entregar os símbolos. Nestas três semanas posso dizer que vamos de surpresa em surpresa. As nossas terras estão demograficamente um bocado desertificadas, não temos grandes números, nem temos muitos jovens, mas vão acontecendo pequenos milagres em todo este percurso que vamos fazendo. São momentos muito intensos que se vivem em cada lugar com pequenos grupos que vão acompanhando os símbolos de terra em terra. Vai-se experimentando o encontro das pessoas. É a cruz que vai juntando os grupos” – disse o sacerdote.

O padre João Curralejo assinalou os momentos únicos que a peregrinação dos símbolos da JMJ possibilitam na sua passagem pela diocese de Vila Real, no contacto com as crianças e os jovens, mas também com as pessoas mais idosas. “Todos aqueles a quem se bate à porta estão de braços abertos” – realçou o responsável pela passagem da cruz e do ícone na diocese de Vila Real.

Para as pré-jornadas, mais conhecidas como “Dias nas dioceses”, que decorrem de 26 a 31 de julho de 2023, na semana antes do grande encontro de Lisboa, o padre Curralejo salientou terem já cerca de duas mil intenções de jovens de vários países que querem viver em Vila Real essa experiência. E o sacerdote garante que naquela diocese de Portugal “há um sentido de acolhimento único”.

Na preparação desta edição da JMJ, que vai decorrer de 1 a 6 de agosto de 2023 em Lisboa, os símbolos já estiveram nas seguintes dioceses portuguesas: Algarve, Beja, Évora, Portalegre-Castelo Branco, Guarda, Viseu, Funchal, Angra, Lamego, Bragança-Miranda e estão agora em Vila Real. Serão entregues à diocese do Porto no próximo sábado 1 de outubro.

A Rádio Vaticano e o Vatican News continuam a acompanhar a preparação da Jornada Mundial da Juventude que decorrerá em Lisboa em agosto de 2023.


Cúria Diocesana

Rua Lira Paulista, 30
Jd. Bom Refúgio - São Paulo
05788-320

11 3584-9000


© - Diocese de Campo Limpo.
Voltar ao Topo