Skip to main content

Missa da Unidade

Foranias Itapecerica e São José celebram Missa da Unidade

A Missa da Unidade reúne a comunidade e os presbíteros uma vez por ano com o intuito de manifestar a unidade entre as diferentes comunidades paroquiais. Nesta celebração os fiéis têm a oportunidade de rezar pela unidade dos cristãos e de perceber que a Igreja é uma comunidade de comunidades.
 |  Andrea Rodrigues  |  Diocese

No último final de semana de julho, dias 29 e 30, aconteceram mais duas Missas da Unidade: nas foranias Itapecerica da Serra e São José. Itapecerica reuniu membros e padres das paróquias da forania no sábado, 29, em missa às 19 horas no Santuário Nossa Senhora dos Prazeres e Divina Misericórdia. Já a forania São José se reuniu na paróquia São Vicente de Paulo, na noite de domingo. Ambas as missas foram presididas pelo bispo diocesano, Dom Valdir José de Castro, ssp.

A Missa da Unidade ou celebração da unidade, como o nome propõe, reúne a comunidade e os presbíteros uma vez por ano em uma paróquia pré-definida em cada uma das nove foranias da Diocese, com o intuito de manifestar, de maneira visível, a unidade entre as diferentes comunidades paroquiais. Além disso, os fiéis têm a oportunidade de rezar pela unidade dos cristãos e de perceber que a Igreja é uma comunidade de comunidades.

Forania Itapecerica da Serra

A santa missa começou pontualmente às 19 horas e  estiveram presentes todos os párocos das 11 paróquias que compõem a forania, além dos vigários e diáconos.  A lamparina, símbolo diocesano da unidade adotado desde o início do Sínodo sobre a sinodalidade (2021-2024), teve seu lugar de destaque e acolhida durante a celebração.

Unidade5
Párocos, Vigários e diácono da Forania Itapecerica da Serra. — Imagem: Andrea Rodrigues.

As funções litúrgicas foram divididas entre as paróquias e os fiéis encheram o Santuário Nossa Senhora dos Prazeres mesmo com a noite fria. Padre Alberto Gambarini, pároco do Santuário, agradeceu a oportunidade de acolher a celebração e receber pela primeira vez o bispo diocesano. A imagem peregrina da Sagrada Família também ganhou lugar na celebração, pois ali aconteceu o encerramento da peregrinação da imagem pela forania.

O vigário forâneo, padre Fábio Gomes, no momento pós-comunhão, agradeceu a colaboração e participação de todos. Com voz forte, cantou com a assembleia e os padres presentes a canção escrita pelo padre Zezinho que é uma verdadeira ‘oração pela família’.

Forania São José

No domingo, 30, também às 19 horas, foi a vez da Missa da Unidade da forania São José, conhecida também entre os fiéis como forania Capão Redondo, por abranger todo esse grande distrito pertencente à subprefeitura de Campo Limpo.

Estiveram presentes os padres Waldeley de Souza, vigário no Santuário São José Operário, Gean Medeiros de Oliveira, paróquia São Francisco de Assis, Lúcio Alves, paróquia São Bento, Marcelo Souza Almeida, paróquia Santa Rita de Cássia, Fabrício Alves Pita, paróquia Santo Antônio de Pádua, Bruno Toledo, paróquia Sagrado Coração de Jesus e Juarês Martins da Silva, da paróquia acolhedora, São Vicente de Paulo.

Unidade12
Missa da Unidade da Forania São José na Paróquia São Vicente de Paulo. — Imagem: Andrea Rodrigues.

Assim como na forania Itapecerica, as funções da liturgia foram divididas entre as paróquias e a lamparina foi colocada em destaque. O vigário forâneo, padre Lúcio Alves, agradeceu o empenho e dedicação dos fiéis leigos que não só contribuíram com a liturgia, mas, em conjunto com a Pastoral Familiar das paróquias, organizou um café comunitário no encerramento da celebração.

Unidade

Dom Valdir José, nas homilias das Missas da Unidade, com a liturgia do 17º domingo do Tempo Comum, destacou o ensinamento contido nas parábolas apresentadas no evangelho de São Mateus. Destacou a importância de encontrar o ‘tesouro’ que dá sentido à vida: “O Reino do Céu apresentado no Evangelho é Jesus, Ele é quem dá sentido a tudo. E o que é sentido? É ter um rumo, uma meta. O rumo e a meta de todo cristão é Jesus. E para seguir Jesus é preciso ‘vender tudo’, que é o desapego, não das coisas materiais necessárias, mas do egoísmo, da falta de amor. Isso requer de cada um de nós coragem”.

Unidade7
Dom Valdir José conversa com fiéis na saída da celebração . — Imagem: Andrea Rodrigues.

“Destaco ainda a palavra alegria: vendeu tudo com alegria. E pergunto, para mim, para nós: Existe alegria em nós, cristãos batizados, que participamos da comunidade? A alegria de ter tomado ‘posse’ do tesouro, que é Jesus? Como é ruim ver um bispo, um padre descontente. Deixa tudo, mas não encontra alegria no que faz. É preciso deixar tudo, mas com consciência, com amor. Tudo o que não fazemos com amor se torna obrigação e a obrigação torna tudo um peso, mesmo nossas tarefas cotidianas. É preciso encontrar a alegria que encontramos no ‘tesouro’, que é Jesus”.

Próxima Missa da Unidade

Até novembro, cinco foranias irão celebrar a Missa da Unidade. A próxima está marcada para o dia nove de setembro na paróquia Nossa Senhora de Fátima, forania São Luiz.


Notícias Relacionadas

Missa da Unidade da forania Morumbi : “Onde existe amor não existe medo”

Forania Morumbi celebra missa da unidade com presença de fiéis e padres na paróquia de Santa Suzana. Na ocasião aconteceu também a abertura da Exposição dos Milagres Eucarísticos idealizada pelo Beato Carlo Acutis.

Celebração da Unidade tem Catedral cheia e pasconeiros celebrando o Dia Mundial das Comunicações

Na Ascensão do Senhor, as paróquias da Diocese se reuniram para celebrar a unidade, a participação e a missão de uma Igreja que tem aprendido a caminhar sinodalmente.